Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Tenda geral

Navegar para Cima

Dicas da Tenda

out 16
Espelhos para transformar seu apartamento

banheiro-site.jpg

Os espelhos deixaram a sua utilidade clássica para se tornarem itens de decoração. As opções de estilos e tamanhos são dos mais variados gostos. Além da versatilidade, o espelho pode ser um grande aliado na decoração do seu lar.

O único pecado que deve se evitar é o exagero de espelhos decorativos em todos os ambientes da casa. Fora isso, todos os cômodos podem receber essa peça mágica.

Confira algumas dicas:

- Use para aumentar o espaço. Colocar um espelho que ocupe a parede toda é uma tática eficaz para dar ideia de amplitude.

- Coloque espelhos nas portas dos armários. Ótima solução para quem não tem espaço. O acessório não precisa ficar na porta de dentro, pode ser colocado na porta de fora também.

- Use em móveis como variação do vidro. Mas cuidado para o visual não ficar exagerado: é só não carregar muito nas cores e texturas do resto da decoração.

- Use vários fragmentos em vez de uma peça única. O espelho pode ser cortado em diferentes tamanhos, na vertical ou na horizontal. É mais para propósito decorativo, dá uma ideia de movimento.

- Combine peças diferentes. Você pode colocar um painel ocupando uma das paredes e instalar uma peça menor, com uma moldura elaborada.

​- Invista em um espelho no corredor. O acessório substitui um quadro e dá noção de profundidade.

- Dê um up no espelho do banheiro. No banheiro, ele é item básico – mas seu estilo não precisa ser básico. Pode-se caprichar na moldura ou num detalhe bisotê , uma espécie de borda em baixo relevo. E quem não gosta das luzes "de camarim" em volta da peça pode optar por um arranjo mais romântico.

Fonte: https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/casa-e-decoracao/dicas-de-decoracao

out 09
Dicas para evitar problemas durante a reforma

hardware-2724130_1920.jpg

Quem é que nunca tremeu com a ideia de fazer uma reforma? A boa notícia é que apesar de parecem inevitáveis, os problemas podem sim ser minimizados com as dicas que separamos para vocês, evitando qualquer dor de cabeça.

Planeje-se: A falta de planejamento pode ser o principal problema em uma reforma. Por isso, defina exatamente o que será feito, qual o valor disponível para ser gasto em materiais, profissionais contratados e até mesmo qual o prazo estabelecido para cada fase da obra.

Escolha dos profissionais: A escolha de profissionais confiáveis e qualificados faz toda a diferença. Eles serão capacitados para prever e evitar qual problema no caminho de uma reforma, além de terem maior noção prática para escolha dos materiais necessários.

Escolha dos materiais: A lista de compra dos materiais deve ser muito bem calculada, levando em conta o tempo para execução e o tamanho da reforma. Com a diversidade de materiais a venda, é sempre bom o apoio de um profissional com conhecimento técnico e lembre-se: os produtos mais baratos nem sempre representam economia.

out 02
Planejando a iluminação do apartamento

iluminacao2.jpg

Depois de realizar o sonho de ter um apartamento, é preciso começar a pensar em sua decoração. ​Cada jogo de luzes traz uma atmosfera diferenciada e deve ser escolhido de acordo com a situação. Confira dicas para projetar a iluminação dos sonhos!

A iluminação na sala de estar

Neste cômodo, a atenção não deve ser desviada dos itens de mídia, tornando mais cômoda uma instalação de luzes difusas ao redor do ambiente. Se a posição do cômodo permite a entrada de muita luz solar, instale persianas de coloração escura para ajudar no controle da luminosidade.

A cozinha e a copa

Por se tratar de um ambiente funcional, considere investir em luzes brancas (preferencialmente LEDs, por emitirem menos calor e consumir menos energia) bem distribuídas. Caso seja possível, colocar spots de média intensidade, é uma boa ideia para não atrapalhar os demais moradores à noite.

As luzes para o quarto

Embora as lâmpadas incandescentes estejam perdendo espaço para as fluorescentes e LEDs, o quarto é um ambiente onde elas podem – e devem – ser usadas com maestria. Por se tratar de um local de descanso, exige luzes de temperatura mais amena e menos branca, aplicadas de uma forma difusa e indireta.

A maneira de iluminar o banheiro

Para a ambientação geral, aposte nas lâmpadas brancas. Já as incandescentes são mais adequadas como spots de luz sobre a pia e o espelho.

set 25
Vizinhos barulhentos: Aprenda a conviver sem problemas

Conviver em harmonia não é uma tarefa simples, mesmo que se more em bairros tranquilos e com pessoas selecionadas. Isso se torna um desafio ainda maior quando se planeja mudar de casa. É sempre uma incógnita se você encontrará vizinhos barulhentos ou agradáveis.

Música alta, crianças chorando, latido de cachorro. São muitos os fatores que podem tirar o seu sossego quando os vizinhos não colaboram. Muitas pessoas optam por medidas mais drásticas para lidar com essas situações.

Entretanto, deve-se lembrar que, como são seus vizinhos, mesmo depois de tomar essas medidas, você terá de continuar convivendo com eles. Para evitar maiores confusões e um clima ruim, existem medidas que você pode tomar para viver em harmonia com os seus vizinhos barulhentos. Confira!

Existem medidas que podem ser tomadas para amenizar os barulhos:

1. Tente conversar para lidar com vizinhos barulhentos

O diálogo ainda continua a melhor maneira de se mediar os conflitos de forma mais harmoniosa. O cotidiano de qualquer pessoa produz ruídos, seja pelo barulho do sapato no piso, uso de eletrodomésticos ou conversas. Por isso, mais do que a legislação variável que dita sobre o assunto, o bom senso é o seu melhor parâmetro quando o assunto é lidar com os seus vizinhos barulhentos.

Caso o barulho seja realmente incômodo e frequente, vá até o seu vizinho e, de maneira tranquila, explique sobre o seu incômodo. Quando se tem o objetivo de entrar em um consenso para a resolução de uma circunstância infeliz, a sobriedade geralmente prevalece nessa resolução.

2. Opte por portas e janelas antirruído

Um opção utilizada pelas melhores construtoras são as portas e as janelas antirruídos. Elas possuem uma tecnologia que veda a passagem do som. Assim, você não se sentirá incomodado por seus vizinhos e diminuirá a sua preocupação com possíveis ruídos que possa produzir.

A madeira das portas e janelas com vedação são preenchidas com lã de rocha e lâminas de chumbo; em outros modelos, são utilizados alumínios e vidros reforçados.

3. Utilize drywall

As paredes também podem ajudar na hora do isolamento acústico. Existe hoje no mercado a opção drywall, composta por aço galvanizado e gesso acartonado.

Existe ar entre essas placas, que funcionam como uma barreira para a propagação do som. Elas ainda podem ser incrementadas com mais chapas de gesso, vidro reforçado ou lã mineral. Esses adicionais também ajudarão no isolamento acústico.

set 18
Qual a cor mais indicada para cada ambiente?
wall-2576917_1280_2.jpg 

As cores transmitem sensações. Na agitação da vida moderna e correria do dia a dia, as cores passam despercebidas, porém agem com grande influência em nossas atividades e em nosso bem estar. Nessa mistura de sensações e impressões, muitas vezes não notamos como está a distribuição das cores em nosso lar. Confira quais as cores mais indicadas para cada ambiente: 

Dormitórios/Sala de TV

Em ambientes que desejamos ter a sensação de calma e tranquilidade, devemos optar por tons claros e neutros. O branco é sempre bem vindo para harmonizar ambientes deste tipo, assim como tons pastel. Esses tons transmitem a sensação de repouso, calma e frescor.

Espaço gourmet/ Salão de festas

Nos espaços mais descontraídos e para recepção de amigos, apostar em tons mais fortes pode ser um ótimo caminho. Algumas cores preferidas são o cinza escura, turquesa, vermelho e amarelo. Nas áreas de festas, a utilização dessas cores produz um efeito mais descontraído​

Cozinha/Escritório

Nestes espaços devemos utilizar cores que auxiliam a atenção na realização de atividades e que tornam o ambiente atrativo para o trabalho e estudo. Para estimular as atividades intelectuais e nos deixar ativos, podemos utilizar cores como a amarela, laranja e marrom.
Na cozinha é indicada a utilização da pintura ou revestimento base em cor clara ou branca, pois propiciam a sensação de higiene, além de facilitar a organização e agilidade na hora do preparo do alimento.
set 11
5 erros de decoração que fazem a casa parecer menor

lamp-2663053_1280.jpg

É bem comum cometer alguns erros de decoração, o que faz com que os ambientes parecem bem menores. Mas tais equívocos podem ser evitados antes mesmo que você redecore sua casa ou comece qualquer modificação. 

Tanto o tamanho dos móveis como as cores e iluminação são fatores importantíssimos obter um resultado final mais elegante.

1. Móveis grandes

Compor a decoração de espaços pequenos com móveis grandes é um dos erros de decoração que as pessoas mais cometem. A dica é se desfazer do que não mais lhe será útil, e comprar algo mais proporcional ao ambiente, com bom espaço de circulação .

2. Paredes escuras

Ambientes pequenos não podem ser pintados com cores escuras, que dão a impressão de serem menores do que realmente são. Aposte em cores claras para dar aquela sensação de amplitude. Se você é uma daquelas pessoas que não abre mão de tons escuros, a dica é pintar apenas uma das paredes com tom mais escuro ou papel de parede em um tom mais fechado.

3. Iluminação insatisfatória

É bem comum vermos em apartamentos cômodos com apenas uma fonte de iluminação, que geralmente fica no centro do ambiente, fazendo com que o espaço pareça ser menor. Não deixe de espalhar mais luminárias pelos cômodos, para assim clarear todo o ambiente o que mostra os detalhes da decoração. E claro, não deixe de apostar em espelhos. Eles ampliam ainda mais o ambiente, e distribuem as luzes do espaço.

4. Cortinas curtas

As cortinas são elementos decorativos que compõem muito bem um ambiente. No entanto, devem ser bem escolhidas. Cortinas curtas tendem a diminuir o tamanho do ambiente e deixá-lo desproporcional. Opte por modelos que vão do teto até o chão, mas sem deixa-las muito compridas.

5. Excesso de objetos decorativos

Uma decoração harmoniosa requer bom senso. Mesmo que se tenha muito espaço para colocar enfeites sobre os móveis, abusar deles pode sobrecarregar o ambiente e provocar poluição visual. Utilize sempre o mínimo de peças decorativas em cada ambiente da casa, os espaços podem parecer menores se você exagerar na quantidade desses elementos.

set 04
Como remover papel de parede

68645-Decoração-com-papel-de-parede-para-quarto-simples-patricia-martinez.jpg 

Já cansou do papel de parede da sua casa e quer retirá-lo?

Contrate um profissional qualific​ado para esse procedimento ou retire você mesmo de maneira que não danifique sua parede. Um profissional poderá te ajudar a retirar sem que precise de nenhum rep​aro. No caso de optar por "fazer você mesmo", segue algumas dicas para ajudar nessa tarefa.

Você precisará de balde, sabão, água, rolo e espátula de pintura. Mergulhe o rolo na água com sabão e esfregue no papel até que escureça totalmente. Esse procedimento deve ser repetido de quatro a cinco vezes e, depois do papel já escurecido, comece a arrancá-lo com a espátula. Não use muita força na hora da remoção para evitar que estrague sua parede.

Se o procedimento for feito corretamente, a parede ficará igual, normal e bem lisinha, sem precisar de pintura e pronta para receber outro papel de parede ou outra cor de sua preferência.

Dependendo do modelo do papel colocado e o tempo que ele ficou instalado, poderá dificultar a remoção, mas com calma e com os materiais citados acima você conseguirá ter sua parede lisa novamente.  

​Fonte: https://revista.zapimoveis.com.br/

ago 28
Convivência com animais de estimação no condomínio

toddy_2.jpg 

Ter um animal de estimação em sua unidade não é proibido, mas algumas regras são muito importantes e devem ser levadas em consideração.

A maioria ainda não sabe o que pode e o que não pode, então, antes de adquirir um animal é importante que leia o regulamento interno do condomínio, no que diz respeito à transição dos animais nas áreas comuns.

É importante salientar também que o regulamento não pode, ao contrário do que se pensa, pedir que os moradores transitem com seus pets no colo. Esse tipo de pedido é considerado ilegal, uma vez que impossibilita aos moradores terem cães de grande porte.

É preciso saber quais áreas os condôminos podem transitar com seus animais (o que geralmente é decidido em assembleia), e definir quais procedimentos deverão ser tomados se o animal fizer necessidades nas áreas comuns, e quais medidas poderão ser tomadas com barulhos frequentes que o animal venha a fazer.

De qualquer forma, é importante nunca deixar o "bom senso" de lado, pois caso algum morador não se senta bem transitando no mesmo elevador que o animal, o condômino pode aguardar o próximo chegar para que o outro siga o seu percurso em paz.  

Lembrando que caso algum morador tenha necessidades especiais e possua um cão guia, este poderá circular com o animal em qualquer lugar do condomínio sem que seja incomodado. 

ago 21
5 motivos para você morar em apartamento

​​girl-1561943_640.jpg

Quem nunca sonhou em ter seu próprio cantinho?
​Sair da casa dos pais, morar em outra cidade, constituir uma família, entre outros motivos. Além dos inúmeros fatores que nos fazem querer ter nosso espaço, é importante lembrar que mudanças nos fazem crescer e amadurecer, tanto pessoal quanto profissionalmente.

Existem alguns pontos que podem influenciar bastante na hora de optar em ter um apartamento para chamar de seu. Veja abaixo 5 pontos importantes para você levar em conta na hora de definir a melhor opção para você e sua família.

Vantagens de morar em apartamento:

 1 – Segurança:

Morar em um apartamento é a escolha certa para quem procura segurança! Porteiro, câmeras e controle de veículos. Tudo isso para garantir a segurança da sua família.

2 – Organização:

Apartamentos demandam menos tempo com a organização, além de garantirem maior praticidade para seus moradores, já que a disposição e arrumação das coisas podem ser otimizadas, sem perder a beleza e o conforto.

3 – Amizades:

Morar em um apartamento garante o estreitamento das relações com seus vizinhos. Pedir uma xícara de açúcar emprestada nunca foi tão fácil. O envolvimento com as pessoas que vivem no mesmo andar que você é ótimo para fortificar os laços de confiança, melhorando também a convivência em comunidade.

4 – Manutenção externa:

Os prédios dividem diversos gastos, permitindo investimentos constantes em melhorias. Além do mais, a administração é inteligente, contando com um síndico e/ou uma empresa para gerir os recursos e deixar o local da melhor maneira possível, tirando boa parte das preocupações das costas dos proprietários.

5 – Regras de convivência:

As regras de convivência de um prédio são ótimas para manter a ordem e o bem-estar do local. Silêncio, animais de estimação, vaga no estacionamento, entre outros fatores, ajudam a manter maior comodidade, conforto e boa convivência com seus vizinhos, pois o não cumprimento das regras pode implicar em multa por má conduta e comportamento.

ago 14
6 dicas para organizar sua geladeira

frutas_2.jpg 

Descubra quais são os locais adequados para o armazenamento correto dos alimentos e aproveite melhor o uso da sua geladeira.

Manter a geladeira cheia pode acabar desperdiçando alimentos, pois este excesso pode fazer com que os alimentos sejam esquecidos e fiquem muito tempo na geladeira, e muitas vezes em locais inapropriados para sua melhor conservação.

A organização da geladeira é uma questão de saúde, pois muitas vezes os indícios de que um alimento está estragado não são visíveis, e algumas pessoas acabam ingerindo. Portanto, é preciso se prevenir armazenando-os adequadamente e tendo controle da validade, no caso de produtos industrializados.

Para evitar abrir a geladeira e encontrar cheiro ruim ou passar mal com alimentos, veja as seis dicas abaixo que ensinam sobre armazenamento correto de algumas comidas e bebidas:

1 – Ovos na caixa original

Os ovos não devem ser retirados de sua caixa original, nem lavados antes de serem colocados na geladeira. A caixa de papelão é o material ideal para perfeita conservação deste alimento, que deve ser lavado somente no momento do uso, e não antes de ir para a geladeira, pois sua casca porosa pode absorver e armazenar água fazendo com que se estrague.

2 – Leite no lugar certo

Para o leite não azedar ele precisa ficar nas prateleiras mais frias da geladeira, geralmente as de cima, pois o leite quando não é submetido a temperaturas baixas tende a fermentar e a ganhar, portanto, gosto azedo e acúmulo de bactérias.

3 – Carne crua com gotejamento protegido

As carnes cruas devem sempre ficar no congelador, mas para descongelá-las deve-se coloca-las sempre na prateleira mais fria da geladeira e com um pote embaixo para que o gotejamento de sangue e água não caia na geladeira nem em outros alimentos.

4 – Legumes e verduras em lugar úmido

Para os legumes e verduras permanecerem frescos por mais tempo é preciso conservá-los com um pouco de umidade. Por isso a gaveta de vegetais é o local perfeito na geladeira para guardá-los. Mantê-los em sacos plásticos, frouxamente amarrados e não lavá-los antes do uso são também boas medidas para manter o isolamento e evitar o acúmulo de bactéria por excesso de água.

5 – Frutas sem lavar

Frutas também devem ficar na gaveta de vegetais e envoltas em sacos plásticos, exceto as frutas cítricas que podem ficar livres. No caso destas, não lavar ao colocar na geladeira, somente fazê-lo no momento do consumo, é essencial, pois as frutas são sensíveis à deterioração por excesso de umidade e bactérias da água.

6 – Manteiga e queijos hermeticamente fechados

A manteiga e os queijos devem ser guardados em potes hermeticamente fechados e na gaveta de laticínios da geladeira, pois lá podem manter sua temperatura ideal sem gelar em excesso e perder textura nem ficarem rançosos.

Fonte:https://www.dicasdemulher.com.br/10-dicas-para-organizar-sua-geladeira

1 - 10Próxima