Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Tenda geral

Navegar para Cima

Dicas da Tenda

mai 16
Dicas de segurança para crianças em apartamentos

​​Criança brincando.jpg ​

Confira algumas dicas para garantir a segurança das crianças em apartamento!

Banheiro

Quando a criança é pequena, o peso da cabeça é proporcionalmente maior do que o corpo, o que pode influenciar no equilíbrio. O ideal é que elas não fiquem nunca sozinhas. "Deixar a criança na banheira para pegar uma toalha ou atender o telefone pode ser perigoso, assim como deixá-la se debruçar no vaso. Ela pode cair e não conseguir sair devido ao peso da cabeça. Cerca de 10 segundos são suficientes para que a criança fique submersa e em 2 minutos ela pode perder a consciência", alerta a profissional.

Para evitar, ela recomenda: lacres de privada, que são fáceis de instalar e impedem que a criança tenha acesso ao vaso sanitário; e tapetes antiderrapantes no fundo da banheira, que ajudam a diminuir os riscos de queda.

Cozinha​

A cozinha é um dos ambientes mais perigosos para crianças que já caminham. Se elas eventualmente tiverem acesso ao ambiente, certifique-se de que panelas e utensílios com ponta ou fio, como facas e tesouras, sejam mantidos fora do alcance. Os sacos plásticos também podem oferecer risco de morte por sufocação.

As soluções indicadas são: utilizar as bocas de trás do fogão ao cozinhar e certificar-se de que os cabos das panelas estejam virados para dentro, para não serem alcançados; e usar puxa-sacos, para que os sacos plásticos de supermercado sejam mantidos fora do alcance das crianças.

Salas e áreas comuns​

As toalhas compridas na mesa de jantar estão proibidas. Elas são mais um risco, principalmente, para crianças que ainda se apoiam em tudo para se equilibrar, podendo puxar para cima de si mesmas tudo o que estiver em cima da mesa. Além disso, vãos em sacadas e escadas podem representar risco de vida e precisam ser isolados. 

Por isso, prefira toalhas curtas ou jogos americanos; coloque antiderrapante nos tapetes ou retire-os os temporariamente; use portões de segurança no topo e na base das escadas e, caso a escada seja aberta, instale redes ao longo dela; instale também grades ou redes de proteção em janelas, sacadas e mezaninos; substitua fios elétricos desencapados e proteja tomadas com tampas apropriadas ou, simplesmente, esconda-as, posicionando móveis de forma que a criança não tenha acesso; prefira cortinas ou persianas com panos grossos e pesados, que são mais difíceis para a criança manusear, e sem cordas, que causam risco de estrangulamento; e evite posicionar camas e qualquer outro móvel perto da janela, pois eles podem ser usados para escalar.

Lavanderia ou área de serviço​

Esse espaço da casa está entre os que exigem maior atenção. Para crianças pequenas, até mesmo baldes com apenas 2,5 cm de água podem trazer riscos de afogamento. Produtos de limpeza, por serem coloridos, na maioria das vezes são confundidos com brinquedos ou produtos para consumo, como suco ou refrigerante, e os pequenos tendem a não resistir à tentação de experimentá-los.

A dica é manter os baldes sempre vazios e guardá-los virados para baixo e longe do alcance das crianças; ter um armário fechado onde os produtos de limpeza devem ser guardados em lugares altos ou trancados, além de mantê-los em seus recipientes originais para não confundir as crianças.

Fontehttps://www.vix.com/pt/bdm/bebe/1-a-3-anos/materia/20-dicas-para-manter-seguranca-de-criancas-em-casa​

mai 08
Dicas simples para economizar energia na sua casa!

Energia elétrica222.jpg

Selecionamos dicas simples para o dia-a-dia que contribuem para a economia de energia dentro da sua casa. São práticas fáceis que farão toda diferença na sua conta de energia! 

  1. ​Troque as lâmpadas incandescentes por fluorescentes. Estas duram mais e utilizam menor quantidade de energia​
  2. Não deixe a luz acesa em cômodos desnecessariamente;
  3. Pinte as paredes internas e os tetos da casa com cores claras. Elas refletem e espalham a luz para todo o ambiente;
  4. Aproveite ao máximo a luz do dia deixando cortinas e portas abertas. Em caso de mesas de trabalho e de leitura, coloque-as próximas às janelas;
  5. ​Deixe os globos e lustres transpar​entes sempre limpos para aproveitar ao máximo a potência das lâmpadas;
  6. Máquina de lavar roupa e ferro de passar consomem bastante energia. Portanto, tente usá-los quando houver bastante roupa acumulada para realizar o trabalho de uma única vez;
  7. ​Em dias secos, ao invés de usar umidificadores eletrônicos, coloque um pano úmido pendurado no recinto e uma bacia com água;
  8. Evite deixar aparelhos eletrônicos em stand-by. Apesar de desligados, esse modo pode representar um gasto mensal de até 12%;
  9. Evite colocar o fogão e a geladeira próximos um do outro. Eles podem interferir no consumo de energia;
  10. Mantenha a borracha de vedação da geladeira sempre em bom estado;
  11. Regule a temperatura da geladeira no inverno, ajustando o termostato para evitar desperdício de consumo, e não forre as prateleiras para não exigir esforço redobrado do eletrodoméstico;
  12. ​Quando viajar, desligue a chave geral da casa para não gastar energia com coisas desnecessárias.

Fonte: ​http://www.atitudessustentaveis.com.br/artigos/20-dicas-simples-para-economizar-energia-eletrica/​


abr 17
Madeira maciça, MDF, MDP ou compensado?

​​Madeira.jpg

Quando vamos procurar um móvel novo, nos deparamos com diversos materiais e é fácil se confundir tentando descobrir qual deles é o melhor. ​Móveis de madeira maciça, compensado, MDF e MDP são as opções mais comuns encontradas no mercado. E no meio de tantas siglas e termos técnicos, como saber qual é a escolha mais adequada para cada situação?

Em primeiro lugar, é importante saber que cada material tem seus benefícios e particularidades e que, por isso, nem sempre escolher o produto mais barato é a melhor opção. Ainda, é importante lembrar que quando falamos de madeira de reflorestamento, é muito provável que tanto as chapas de MDF, MDP, compensado ou as peças de madeira maciça sejam todas de pinus ou de eucalipto, uma vez que essas espécies correspondem a 93% das madeiras plantadas no Brasil.

Assim, vamos entender um pouco melhor sobre cada um desses produtos de madeira.

MDF​

A sigla se refere a painel de fibras de madeira de média densidade. O MDF é produzido com fibras selecionadas de madeira que são unidas com o auxílio de uma resina por meio de um processo industrial que envolve muita pressão e calor. Por conta de seu processo de fabricação, os painéis de MDF são menos atraentes aos cupins e brocas, porém não são adequados para ambientes externos ou sujeitos a umidade constante. Possuem boa resistência, são muito homogêneos e apresentam poucas variações no tamanho e espessura.​

MDP

Também conhecido como aglomerado de madeira, os painéis de partículas de média densidade são produzidos de maneira similar ao MDF, mas com partículas de madeira. Esses painéis precisam ser revestidos com lâminas de madeira ou plásticas para garantir um acabamento apropriado. Os painéis de MDP são mais leves que o MDF, porém não são apropriados para entalhes ou cantos arredondados. Móveis de aglomerado também não são indicados para ambientes externos.

Compensado

As chapas de compensado multilaminado são formadas por um número ímpar de lâminas de madeira coladas em direção alternada. Assim, as fibras de madeira se intercalam nos sentidos longitudinal e transversal, aumentando a resistência e estabilidade dessas chapas. O compensado tem maior resistência e excelente aderência de pregos e parafusos, o que significa que seus móveis não ficarão “bambos” ou desajustados. ​

Madeira maciça

Móveis de madeira maciça são aqueles produzidos com peças de madeira serrada, sem processos industriais que transformem suas propriedades físicas e mecânicas. Esses móveis são aqueles que possuem a maior resistência, justamente por contarem com a madeira em suas condições originais. A madeira maciça possui excelente resistência e boa capacidade de aderência de pregos e parafusos, o que permite que seu móvel seja montado e desmontado várias vezes sem perder a estabilidade. 


                                                          Fonte: https://admintendacomvoce.tenda.com.br/dicasTenda/Lists/Postagens/NewPost.aspx?Source=%2FdicasTenda%2Fdefault%2Easpx​


abr 09
Dicas de organização para espaços compactos

Cestinhas2.jpg

A maior dificuldade das pessoas ao lidarem com pouco espaço, com certeza, é onde guardar tudo o que elas têm. O armazenamento em apartamentos compactos é um desafio, o que significa que ideias criativas para ajudar com esse processo são sempre (muito) bem-vindas.

Por isso, pensamos em algumas dicas de organização para ajudar você nesse processo, olha só: 

1.Pendure o que puder

Você já ter visto imagens de bicicletas penduradas no meio da sala, não é mesmo? Pois bem, a ideia de pendurar tudo o que você puder é incrível, porque utiliza um espaço normalmente ignorado em qualquer imóvel: as paredes. Ou seja, faça bom uso delas, com ganchos, prateleiras e estantes, para conseguir colocar ali o máximo de coisas que você puder (pedir ajuda profissional para pendurar a bicicleta, porém, é mais do que aconselhável).

2.Aposte no poder das cestas

É incrível o que uma boa cesta pode fazer por um espaço pequeno. Uma estante, por exemplo, ganha o dobro de espaço quando você usa cestas para guardar objetos dos mais variados, como toalhas, roupas e até os brinquedos das crianças. Essa é uma ideia que, inclusive, vale para a sua despensa, na cozinha, agrupando alimentos por categoria, de forma que um pequeno armário fica muito mais otimizado e espaçoso com a ajuda desses itens.

3.Use porta-sapatos para outras coisas (que não sapatos)

Porta-sapatos de pendurar, daqueles que você coloca na porta do armário ou atrás da porta do quarto, podem ser utilizados com outras funções, como guardar produtos de limpeza na lavanderia, temperos na cozinha e até cabos de força e outros itens eletrônicos no escritório. E o melhor: eles não ocupam espaço e são facilmente adaptáveis para vários cômodos da casa.

4.Invista em placas de peg na cozinha

E pendure as suas panelas e os utensílios que usa com frequência – isso significa mais espaço nos armários para guardar louças e mantimentos e, mais uma vez, você utiliza as paredes de forma inteligente para ajudar no armazenamento.

5.Ocupe espaços ‘negativos’

Uma ideia incrível é usar pequenas prateleiras para colocar os itens de banheiro em cima da torneira, ao invés de ocupar espaço na pia. Ou colocar essas mesmas prateleiras na parte de trás de armários, para otimizar ainda mais o seu uso. Todo espaço negativo pode ser aproveitado, basta entender de que maneira (e o quê) pode ser colocado ali. 

Fonte:https://casa.abril.com.br/ambientes/dicas-perfeitas-de-organizacao-para-apartamentos-pequenos/​



abr 02
Dicas para aromatizar a sua casa

Aromas.jpg

Cheiros podem proporcionar bem-estar, concentração, relaxamento e, ainda, transformar ambientes. A aromatização correta de cada cômodo faz toda a diferença. Conheça agora dicas para deixar seu lar ainda mais agradável.

Com base na aromaterapia, o melhor aroma para a residência é o que traz boas sensações. E, neste sentido, os óleos essenciais puros levam vantagem em relação aos sintéticos, uma vez que raramente causam dor de cabeça ou provocam reações alérgicas porque são extraídos diretamente das plantas.

Não que seja “proibido” utilizar os produzidos artificialmente. Mas outra desvantagem daqueles que são apenas essências é que não oferecem valor terapêutico, pois somente imitam o cheiro natural.Existem várias formas de aromatizar ambientes. Varetas, peças de cerâmica, plugues de tomada, incensos, difusores a vela e elétricos, varetas, esferas, anéis de cerâmica, pot-pourri, bolas de madeira, águas perfumadas e sachês são algumas delas.

​Entenda como aromatizar ambientes

O banheiro precisa de uma atenção especial. Os aromas recomendados para ele são: limão, pinho, cipreste, eucalipto, hortelã e tea tree; flores, lavanda e gerânio. O importante mesmo é que tenha cheirinho de limpeza.E os óleos essenciais que trazem esta característica são bactericidas e fungicidas também. Ou seja, não é só parecer estar limpo!

Um segredinho que potencializa a sensação agradável é pingar gotas do óleo em um pedaço de algodão e colocá-lo dentro do rolo de papel higiênico. Cada vez que o papel é puxado, o aroma é jogado no ambiente.Complete a aromatização do banheiro adicionando álcool e gotas de óleo essencial de sua preferência no balde com água. Molhe um pano, torça e passe no piso com auxílio de um rodo para garantir perfume e combate extra aos microrganismos.

A atmosfera dinâmica da sala de visitas merece um cheirinho de canela, que aquece o ambiente e estimula a interação entre as pessoas.É claro que nela também é possível, relaxar, assistir um filme, estudar etc. Então, se você deseja uma forcinha nos estudos, o alecrim é a dica.

Para melhorar o foco e reduzir a tensão, invista na aromatização de ambiente com eucalipto. E mais: laranja remete ao bem-estar e alegria; olíbano ajuda a purificar e trazer boas vibrações; cedro é indicado para promover a concentração.

Se o seu objetivo é deixar a sala sempre com a mesma fragrância, as varetas funcionam bem porque dispersam o aroma enquanto o vidro tiver líquido. Ao contrário dos incensos, que aromatizam somente enquanto estão acesos.​ Ainda para a sala, os difusores elétricos ou por velas fazem bem a aromatização de ambiente em uma área aproximada de 30 m². Em espaços maiores, use dois aparelhos, uma para cada extremidade.

Na cozinha, é comum a mistura de cheiros. Portanto, o truque é optar por aromas cítricos ou os que neutralizam cheiros fortes como os das frituras, por exemplo. Entre eles, laranja, limão, tangerina, anis, canela, tomilho, manjericão e erva-doce. As águas perfumadas são recomendadas para amenizar o cheiro de gordura e alimentos, assim como as velas. Mas fuja de fragrâncias muito fortes ou doces, pois elas intensificam o aroma.

Escolha uma ou mais formas de aromatizar seus espaços e ganhe qualidade de vida, boas energias e impressões!

Fonte: https://tudoela.com/aromatizacao-de-ambientes/​

mar 26
Faça você mesmo: Aprenda a tornar seu tapete antiderrapante

Tapete.png

Hoje a dica é para tornar a sua casa mais segura sem abrir mão de conforto e bem estar. 

É muito comum que a gente tenha em casa aquele tapete que combina muito com a decoração, mas é um verdadeiro risco simplesmente porque escorrega demais. 

Ao invés de dispensá-lo ou correr o risco, você pode torná-lo antiderrapante e combinar segurança e conforto com a sua decoração. 

Você vai precisar apenas de:

  •      *Tela antiderrapante na medida do seu tapete​ 
  •      *Fita dupla face para carpete

Passo 01: Meça o seu tapete

É bem difícil quem tem tela antiderrapante dando sopa em casa. Portanto, meça o seu tapete para comprar apenas o tamanho necessário. Elas são vendidas em rolos e você poderá comprar faixas do tamanho que precisa.

Passo 02: Corte a tela antiderrapante

Vire o seu tapete e estenda-o no chão ao contrário. Depois, estenda a tela antiderrapante que você comprou em cima dele. Use isso para recortar a sua tela. É importante que você recorte ela um pouco menor do que o tapete em si, mas não muito. Nós aconselhamos algo em torno de 3 a 5 centímetros.

Passo 03: Cole a fita dupla face para carpete

Primeiro, faça um X bem grande ligando os quatro pontos do seu tapete. Depois, você pode escolher entre usar fileiras de fita na horizontal ou na vertical. Nós testamos as duas opções e preferimos na vertical para que o tapete antiderrapante também pare de amassar ou levantar “ondinhas”.

Quando você finalizar a sua obra prima com fita dupla face para carpete, é hora de retirar as proteções de cada fileira para, finalmente, tornar o seu tapete antiderrapante.

Passo 04: Cole a tela antiderrapante

Basta esticá-la em cima do seu tapete e passar a mão aplicando um pouco de força em cima de cada um dos pedaço de fita dupla face. Depois, é só desvirar e tchanam: você tem um novo tapete antiderrapante em casa! 

Fonte: https://minhacasaminhacara.com.br/como-tornar-seu-tapete-antiderrapante/​


mar 19
Dicas para receber amigos no seu apartamento

  ​​Amigos em casa.jpg​Imagem: http://imoveis.culturamix.com/dicas/dicas-para-reunir-os-amigos-em-casa​

 Não é preciso ter uma mansão para receber bem os amigos. Sabendo aproveitar o espaço disponível é possível organizar uma boa e confortável reunião social até em um apartamento de 30 m2. O segredo é usar cada móvel com inteligência e optar por peças que possam desempenhar mais de uma função. 

  Independentemente do tamanho, a sala de um bom anfitrião deve acomodar várias pessoas sentadas.  A solução é usar puffs que podem ser transformados em mesas de centro ou guardados embaixo de uma estante depois que as visitas forem embora. 

  Outra dica é tornar os espaços multiuso. Se não dá para separar as salas de estar e de jantar, uma boa ideia é compor o ambiente com um sofá e uma mesa redonda, que  atrapalha menos a circulação do que uma retangular.  Quando falta espaço até para isso, a sugestão é usar um aparador, que pode ser aproveitado para servir petiscos e bebidas aos convidados. 

​  Na sala pequena, qualquer detalhe é importante, alguns “truques” podem fazer o ambiente parecer maior do que ele realmente é. Usar espelhos e pintar as paredes com clores claras são os mais conhecidos, mas é preciso tomar alguns cuidados. Uma sala toda branca fica sem personalidade: escolha uma das quatro paredes para ganhar uma cor diferente ou papel decorado. Já o espelho não pode projetar qualquer imagem, o ideal é que ele reflita a paisagem de fora e a luz vinda da janela.  

Fonte: https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/casa-e-decoracao/receba-​os-amigos-com-conforto-em-salas-pequenas,cb9b6433e6d2a310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html​

mar 15
Que tal ter uma horta vertical no seu apartamento?

​​Site.jpg

Imagem:http://www.jardimdomundo.com/diy-aprenda-fazer-uma-linda-horta-vertical/​

Hoje vamos falar sobre um assunto sério, mas ao mesmo tempo, muito prazeroso e saudável, vamos falar sobre horta em apartamento ou horta caseiraEla ganha cada vez mais evidência e inclusive agora está presente em pequenos ambientes surgindo na versão horta vertical.

O que são hortas verticais?

Hortas verticais têm como principal característica o fato de ser penduradas ou fixadas em estruturas verticais, por exemplo na parede de apartamentos por exemplo. 

Grande parte das hortas são compostas por estruturas que são leves e que são fáceis de serem compradas ou até mesmo construídas com garrafas pet, pallets e outros materiais que muitas vezes são bem baratos.

As hortas verticais são indicadas principalmente para locais pequenos ou onde o espaço é bastante limitado como por exemplo apartamentos pequenos​.

Por que ter uma horta em apartamento?

Ter uma horta em apartamento traz muitos benefícios e vantagens, entre eles:

  • ​​* Alimentação Saudável.
* ​Estúmulo ao maior consumo de folhas e saladas.
* Decora o ambiente.
Colaboram para minimizar os efeitos de emissão de carbono.​
*Deixa o custo com alimentos consumidos mais barato

* Contribuem para a diminuição da temperatura do ambiente.

Além de todos esses benefícios você irá criar um novo hobbie, por isso não perca tempo e cultive bem estar no seu apartamento. 

​​Fonte:http://www.viveremcasa.com/horta-em-apartamento/


mar 05
Dia das Mulheres - 4 Filmes com mulheres inspiradoras para celebrar o dia das mulheres sem sair de casa

​Esse mês é especial porque comemoramos o dia internacional da mulher. Pensando em quem gosta de celebrar essa data em casa, trouxemos algumas sugestões de filmes para curtir no conforto do seu lar conhecendo histórias de mulheres que, reais ou não, são inspiradoras. 

(​Verifique a classificação indicativa)

"As Sufragistas": O filme retrata o movimento sufragista do final do século XIX e início do XX, na Inglaterra. O drama, de 2015, foca a vida de um grupo de mulheres que resistia à opressão da sociedade machista da época. Maud Watts (Carey Mulligan), sem formação política, descobre o movimento e passa a cooperar com as novas feministas .

​"Joana d'Arc":O drama biográfico de 1999, dirigido por Luc Besson, retrata a história de Joana em sua missão divina, para libertar a França dos ingleses.

​​"Histórias Cruzadas":Quando Skeeter (Emma Stone) resolve se tornar escritora, começa a entrevistar as mulheres negras da pequena cidade de Jackson, no Mississipi dos anos 60, que deixaram suas vidas para trabalhar na criação dos filhos da elite branca.

​​​"Frida": O drama biográfico de 2002, baseado no livro de Hayden Herrera, retrata a vida da pintora mexicana Frida Kahlo desde a sua adolescência até a morte. Frida foi um dos principais nomes da história da arte.

Fonte:https://glamurama.uol.com.br/9-filmes-inspiradores-para-comemorar-o-dia-internacional-da-mulher/

fev 26
Dicas para renovar a decoração gastando pouco

​​​​​Decorar a sua casa é uma missão​​ desafiadora, mas quando o orçamento é menor que o desejado, o desafio aumenta bastante! Pensando nisso, a Tenda buscou pra você que quer economizar, dicas para a hora de decorar ou redecorar a casa. 

Saiba quanto você pode gastar

O primeiro passo para decorar a casa nova sem estourar o orçamento é saber exatamente qual é seu orçamento. Estabelecer um limite máximo para as despesas garante que você não gaste em excesso e corra o risco de se perder no meio de dívidas. Planejar também é uma forma de evitar compras por impulso — que sempre complicam o nosso bolso.

 

Conheça seu estilo

Um dos motivos que leva as pessoas a gastarem mais do que deviam na decoração da casa é não saberem exatamente o estilo que gostariam de seguir na hora de comprar os móveis e outros itens. Para não correr esse risco, antes mesmo de ir às compras use blogs e revistas de decoração para se inspirar e ajudar a definir o que você quer para dar o tom da sua casa.

​Coloque no papel como você deseja que o ambiente fique, com todos os móveis e acessórios desejados. Assim, você pode definir uma lista com apenas as coisas que tem mesmo que comprar.

 

Invista em itens usados na decoração da casa nova

Optar por móveis e objetos usados pode ser uma boa ideia se você deseja economizar na decoração da casa nova. Antiquários e brechós têm muitas peças que, apesar de já terem sido usadas, estão em bom estado de conservação e, a melhor parte, por um preço bem mais em conta do que itens novos. Mas vale um alerta: para o barato não sair caro, avalie com cuidado o estado de conservação dos objetos antes de levar para casa e prefira sempre os móveis seminovos.

 

Reaproveite o que você já tem

Olhe em volta e analise os móveis que você já tem para ver quais podem ser renovados e reaproveitados. Muitas vezes, basta reformar uma poltrona, estofar um sofá antigo e até mesmo fazer uma pátina em um aparador de família e pronto: peças quase novas na sua casa! Outra estratégia para economizar na decoração e, ainda assim, renovar os ambientes é aproveitar a hora da mudança para mudar alguns móveis de um cômodo para outro. A cristaleira que estava encostada na sala pode virar, por exemplo, um jeito irreverente de guardar os sapatos no quarto.

 

Aposte no esquema Faça Você Mesmo 

Quem quer manter o orçamento financeiro em dia não pode deixar de usar a criatividade na hora de decorar a casa. Economize colocando a mão na massa e fazendo você mesmo alguns objetos de decoração e pequenos reparos nos ambientes. São muitos os itens que podem ser feitos de forma caseira, de nichos e fruteiras que você pode criar a partir de caixotes de feira à capas de almofadas personalizadas e até adesivos para as paredes!

 

Use plantas

Para economizar e dar um up decoração da casa, uma boa opção é usar plantas para deixar os ambientes mais bonitos. Além de barato, investir em um cantinho verde deixa os cômodos mais leves e frescos. Para personalizar ainda mais os ambientes, pinte você mesmo os vasos em que as plantas ficarão.

 

Cuide da iluminação

Além de contribuir para uma casa mais aconchegante, privilegiar a iluminação natural dos cômodos também ajuda a economizar, já que não será preciso gastar muito com energia elétrica. A iluminação também pode ser usada para ressaltar um ponto em que você deseja dar destaque, como uma mesa lateral ou uma parede de quadros. Na hora de escolher as lâmpadas, prefira os modelos em LED que, apesar de serem um pouco mais caras, representam grande economia na conta.

 

Pinte

Colocar uma cor diferente em uma parede faz toda a diferença na decoração da casa nova e é uma das mudanças mais acessíveis de se fazer. Uma pintura nova é uma boa solução ainda para evitar o quebra-quebra: para renovar banheiro e cozinha, experimente pintar os azulejos ou invista em adesivos.

 

Investir em um papel de parede moderno para alguns cômodos também é outra opção que cabe no orçamento e faz toda a diferença na aparência da casa ou apartamento.

 

Pesquise

​Muitas vezes, o mesmo móvel (ou uma peça parecida) tem preços completamente diferentes de uma loja para outra. Para decorar sua casa sem gastar muito, é importante sempre fazer uma pesquisa detalhada antes de fechar a compra. E quem quer economizar, deve sempre dar preferência para pagar à vista: é possível conseguir descontos ótimos nessa modalidade de pagamento.

 

A decoração da casa nova pode ser incrível sem que você precise gastar muito. Para deixar o lar com a sua cara, basta planejar e dar asas à criatividade.​


Fonte: https://financaspessoais.organizze.com.br/9-dicas-para-voce-economizar-na-decoracao-da-casa-nova/​

1 - 10Próxima